Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vestígios de um amanhecer

Línguas de fogo cruzam o mar
Ilusões e visões, sensações e gostos
e me tocam tosco e nú numa praia do fim do mundo
Mundo de onde roubastes esse mexer de quadris
as cores , penas e o ouro
não foste você literalmente dito, como descrito em outros poemas
foram ancestrais do teu povo, povo que adotastes

que me importa ser roubado por ti?
se me arrombastes a alma e suas duras portas
se tomastes posse de mim, assim como tomaram as cruzes de malta
em um dia me descobristes virgem e intocado
e em outro dançastes os meus ritos, minha alma submissa
e em um longínquo e tão próximo terceiro dia
me ressucitastes, rezando em meu corpo tua primeira missa
Marcelo Moro
Enviado por Marcelo Moro em 17/09/2007
Código do texto: T656075

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Moro
Americana - São Paulo - Brasil, 47 anos
101 textos (2479 leituras)
2 e-livros (41 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 22:02)
Marcelo Moro