Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU JEITO POETA DE SER

Talvez não escrevo certo,
Como manda o  figurino,
Não sei se isso é  correto,
O importante é o que sinto.

Às vezes não sei como rimar,
Vou escrevendo com a inspiração,
Pois nada é da boca pra fora,
Tudo vem com a mais pura emoção.

KUEY - 17/09/07
kuey
Enviado por kuey em 17/09/2007
Código do texto: T656483

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (roberto kuey). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
kuey
Porciúncula - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
63 textos (3220 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 02:57)
kuey