Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desgraça de Amor

Era só um amor, tudo começou assim
Era só um amor, que veio contra mim.

Era um amor, mas que em mim crescia
Era um amor, nela, parece que diminuia.

Era sim, amor, e eu sei do que falo agora
Era sim, amor, desse que não se vê toda hora.

Era amor verdadeiro, e todo amor é maldito
Era amor verdadeiro, mas quem inventou o infinito?

Eu sei que é amor, e sei que por mais que eu faça
Eu sei que é amor, a minha pior desgraça.

Era desgraça de amor, e continuará sendo
E por essa desgraça de amor, eu vivo sofrendo.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Código do texto: T6567

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:03)
Júnior Leal