Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Disso nasce àquilo

Da gota nasce a fonte,
da fonte o oceano....

Da semente, nasce a flor,
das flores a primavera...

Da palavra, nasce o ato,
O olhar, o desespero.
Palavra que foi pensada, formulada, sonhada...
Desejada, observada, transformada!

Do silêncio, nasce a dúvida,
da dúvida o desespero!
O desespero te apavora, a mão no gatilho,
o não pensado....

Do crime, nasce a fuga,
Da Fuga, o incriminado...
O crime gera o ódio, e o ódio
A falta de perdão.

Da esquina, nasce o tráfico,
Do trafico, o traficante...
O pobre desesperado, dá um certo negociante.

A arma, a droga, o tráfico!
A pena, a morte, o fim!
uma casa, uns filhos, uma esposa!
Uma dívida, uma doença,uma falta!
Tudo deixado ao lado, tudo nascido do simples.

Do pó nasce a rocha,
Da rocha a montanha!

Tudo ainda que pouco se transforma,
E o que se transforma pode ser em muito...
Cíntia Flor
Enviado por Cíntia Flor em 18/09/2007
Reeditado em 11/10/2007
Código do texto: T657716
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cíntia Flor
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
387 textos (72921 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:25)
Cíntia Flor