Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOBERBA! PREFERE A MUDEZ E O ABANDONO!


Tento não ser frio nesta hora que as palavras apertam os meus olhos!

Tento não intensificar o significado deste momento renunciando assinalar cada desdém evidenciado em seus gestos!

Tento, mas é impossível não mencionar as minudências que, definitivamente, nos separam!

É difícil conceber tanta altivez contrariando a sua fala!

Soberba! Prefere a mudez!

Nesta tentativa derradeira lhe digo que não me sentirei culpado por não ter insistido!... As minhas permanentes lamúrias surgiram da sua insensibilidade e da sua imposição de querer mudar o imutável quando deveria, apenas, conviver comigo!

Nesta dorida hora sei que o coração irá sangrar e corre o risco de fenecer, mas a única certeza desta vida é a de viver intensamente enquanto posso sentir a sutileza até da separação!

©Balsa Melo
20.08.2005
Cabedelo - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 18/09/2007
Código do texto: T658158
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87182 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:10)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)