Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VENHA SEM MEDO! ESTOU AQUI!

 
VENHA MATAR ESTA SAUDADE QUE INVADE ESTA HORA E DESARRUMA TUDO,

QUE ATIRA AO CHÃO UM CASTELO DE SONHOS,

QUE ANUNCIA PREVIAMENTE O LACRIMEJAR DO CORAÇÃO DENUNCIANDO O SOFRIMENTO DOS MEUS OLHOS!

VENHA AMENIZAR O MEU SOFRER!

APENAS VENHA E NÃO SE PRENDA AO SOFRIMENTO DE AGORA, TUDO ISTO VAI PASSAR!

NÃO SOFRA PELA INDECISÃO, MAS PELA DECISÃO DE FICAR!

PODE SER QUE VOCÊ SOFRA!...

A VIDA É ASSIM!

É PREFERÍVEL ACREDITAR NO SONHO E SOFRER PORQUE ELE NÃO TENHA SIDO TOTALMENTE VIVIDO DO QUE NÃO TENTAR VIVÊ-LO E SOFRER PELA FRUSTRAÇÃO DA FALÊNCIA DO CORAÇÃO!

©Balsa Melo
27.08.2005
Cabedelo - Paraíba

 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 18/09/2007
Código do texto: T658187
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 17:43)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)