Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Santificada Despedida

Adeus, minha bela
Adeus porque tu quis
Nunca mais vou te ver
Talvez isso lhe faça feliz.

Adeus, minha bela
Adeus para sempre
Adeus para o seu bem
Fique assim, contente.

Adeus, minha bela
Leve este punhal
Por entre teus seios
Adeus, meu carnaval.

Adeus, minha bela
Se ainda podes me escutar
Teu sangue jorra livre
Nunca mais eu vou te amar.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Código do texto: T6582

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:43)
Júnior Leal