Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Hino de Depois da Morte


De pés juntos estou
Numa solidão sem fim
Será que o mundo parou
Ou será que está todo em mim?

Com o meu coração
Inerte sem bem o saber
Desconfio do trovão
Que não ouço bater.

Onde estou não há nada
É um nada assim sem razão
É um oco, um vazio, uma estrada
Sem destino exato ou noção.

Em meu peito um cravo sustenta
Uma sóbria sombra e uma canção
Cuja melodia tristonha aumenta
A dor de uma tíbia e tola ilusão

Por debaixo os meus cabelos caem
De tão seca a minha pele murcha
Ao passo lento minha retina sai
Em busca de uma nova estranha luta

Oh, tristeza. Oh, pena. Oh, lembranças.
Tormentas tantas de uma vida finda.

C.A.D S.T.C.
Rodrigo Messias Cordeiro
Enviado por Rodrigo Messias Cordeiro em 18/09/2007
Código do texto: T658618

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Por R. Messias Cordeiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Messias Cordeiro
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 34 anos
276 textos (14055 leituras)
9 áudios (1187 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:48)
Rodrigo Messias Cordeiro