Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IDAS E VOLTAS

Nas sombras do meu passado
a luz do meu dia se encontra
Viajo e me acho embaixo
Do que me reserva a vida

Por passos caminho ao alto
Mergulho em cada harmonia
De pássaros e alforrias
Cadências, e ao vão retorno

Me perco em cada partida
A mim vou voltar quem sabe
As leis são meras correntes
Da algema sou libertado

Dos sonhos, meus inimigos
Ressurgem, não me amedronto
Por dentro não me suporto
E rasgo a monotonia

Um vaso imperfeito e pronto
Eu quebro e o recomponho
Bizarro, mas nele a rosa
Se torna mais bela ainda

Suave a ida e a volta
Amarga é a dor da espera
Mas quão bela a paisagem
Que anseia por ser tocada

Miragem, denúncia, a porta
Aberta para o infinito
Me encontro quando o espelho
Reflete o que não reflito





Dora de dor
Enviado por Dora de dor em 19/09/2007
Código do texto: T658678

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora de dor
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
22 textos (369 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 02:02)
Dora de dor