Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

do poeta, a raíz e o tempero / 1





o suor da existência no cálice do eterno,

a vida na raiva que do amor emana,

a solidão no tempero da razão traída,

a calunia decepada na raíz da verdade,

o ventre pranho de rostos facetados,

a negrura do propósito no repente traiçoeiro,

a mão ferida na queima do gesto,

a inocência estrangulada na mentira,

nós e as vozes na piedade do perdão,

nós e os corpos no rubor da inocência,

eles, sem nós, no fogo da pretensão.





19 de setembro de 2007
                      11.25h
João Videira Santos
Enviado por João Videira Santos em 19/09/2007
Reeditado em 19/09/2007
Código do texto: T658830

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Videira Santos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Videira Santos
Lisboa - Lisboa - Portugal
234 textos (16928 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 08:07)
João Videira Santos