Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA FRAGRÂNCIA NO AR

Na manhã azul a flor se balança.
Passa a menina de trança.
Penso.
Tudo é esperança.
Alguém deixou uma fragrância no ar.
Foi a moça que acabou de passar.
Estendo meu olhar.
Quero o outro lado da rua alcançar.
Ergo os olhos.
O sol está se levantando majestoso.
Tudo é maravilhoso.
Este perfume suave.
A esperança desta moça.
Porque quem usa uma fragrância destas está alguma coisa a esperar.
Um homem pra amar?
Já estou a divagar.
Gosto de imaginar.
Indiferente ela segue a caminhar...
E eu assistindo ela se distanciar.
Anda mais apressada que eu.
Não tenho mais pressa neste mundo meu.
Enquanto tantos correm, gosto de andar.
E ficar tudo a observar.
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 19/09/2007
Reeditado em 09/04/2011
Código do texto: T658910

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4684 textos (80870 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:42)
SONIA DELSIN