Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESEJAR EM VERSOS

Faço as mãos em concha
e recebo a água brotada
da nascente das estrelas,
e não espero nada
além das auroras portentosas
irradiadas pelos teus olhos cintilantes,
pois a mim foi reservado
te desejar em versos
amando você na solidão pública
dos anjos que rolam o sol
no vai-e-volta do abismo encantado

Estou bem vivo
- a prova é te perceber
inteira e estupenda,
milagre da arquitetura
na genética, cuja delícia
na beleza desvenda
os meus olhos marcados
pelo sol e pelas miragens,
mesmo assim piso no teu jardim
as pedras, pra que as flores cresçam livres
desvendando o perfume dos acordes

Por você fundo impérios,
conquisto planetas,
o exagero é o mínimo
pra te ganhar,
o amor só tem sentido
no inexplicável e nada pede
além do amor em si,
por isso te procuro nas brumas
e na claridade dos planaltos,
te procuro no conhecimento das mutações
e dos saltos do tempo, te procuro
por te procurar, e só o teu encontro
encerra a busca nas asas do Pássaro da Sabedoria
abertas no relógio dos céus como a hora
em que a magia e o sentimento te revelam
esparramando as chamas dos mares vibrantes do amor
Eriko y Alvym
Enviado por Eriko y Alvym em 19/09/2007
Reeditado em 16/11/2007
Código do texto: T659163

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ERIKO ALVYM e www.erikoalvym.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eriko y Alvym
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1309 textos (32776 leituras)
8 áudios (1075 audições)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:40)
Eriko y Alvym