Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brinca a vida!

Eu brinco, tu brincas, ele não! 
a vida é assim, tal qual um jogo, 
amarelinha, João bobo: 
preciso é muita concentração... 

Se eu me escondo, tu me achas, 
se eu respondo, tu rechaças,
eu acho graça e tu não achas! 

A vida, mais que brincadeira, 
também costuma ser arteira, 
então, cuidado, sem besteiras!
 
Pula a corda com atenção, 
se tropeçar, te dou a mão, 
mas não tropeça demais, não! 

Se eu me finjo de cabra cega 
ou corro na hora do pega-pega,
 não vá dizer que infrinjo as regras!
 
Na vida é preciso muito amor, 
também é preciso bom humor;
mas seriedade tem seu valor! 

A vida não é só brincadeira, 
então leve a sério, 
não faça asneiras, 
e viva bem, me faça o favor!
 

(Poesia "online" mote do dia 19/09/2007 baseado no poema Amarelinha, de Flora Figueiredo)
Mara Regina Weiss
Enviado por Mara Regina Weiss em 19/09/2007
Reeditado em 19/09/2007
Código do texto: T659583
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mara Regina Weiss e o site marareginaweiss.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mara Regina Weiss
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
405 textos (30353 leituras)
1 áudios (100 audições)
22 e-livros (2824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 05:17)
Mara Regina Weiss

Site do Escritor