Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto V

Quando eu sair daqui, pra nunca mais
Quando em meu velório se apagar as velas
Ou mesmo antes delas serem acesas
Quando estiveres vendo o que não verás jamais.

Proíbo a todos que comparecerem
Para me dar o último adeus e contemplar a morte junto a mim
Que derramem sequer uma gota de lágrima, e assim
Tudo que eu fiz aqui, desmerecerem.

Quero-lhes felizes como nunca, como em uma festa
Festejando a minha passagem por aqui
Quero que compareça aquele que me detesta.

Quero todos que me traíram e os que traí
Aos que de maldição me infesta
Quero os que matei festejando porque eu morri.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Reeditado em 23/09/2008
Código do texto: T6601

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 07:15)
Júnior Leal