Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rastros

Nos tempos vindos vagos e esquecidos,
são vagalumes todos no negrume,
lembranças velhas, voltam com seu lume,
na nostalgia, nos sonhos distorcidos.

Em quartos velhos vultos desusados,
de casas podres, ermas demolidas,
lucila dias enormes d'outras vidas
e brilha forte amores condensados.

Momentos fincam todos na paredes,
e feito quadros mostram sensações,
de chás quentinhos, noites, perdições,
de cortes dores risos! Paixão e sede.

Que cada quadro, ou móvel ou sua sala,
que guarde os rastros teus os seus momentos,
desejos teus, e os que provocas, penso,
que finquem todos para enfim guarda la!
Geleiras
Enviado por Geleiras em 20/09/2007
Código do texto: T660133

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citando meu endereço http://geleiras.blogspot.com, e o meu nome "Marcel Angelo"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Geleiras
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 28 anos
226 textos (4432 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 23:34)
Geleiras