Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a coisa

A chuva bate e a casa abana, batida pelo vento!
É dia de tempestade.
Está de chuva...
Acordei.
E, a coisa... está assim, não estou a brincar.

Um poema? Que texto será este?
Para onde o deixo ir? Onde quero ficar?
Embrulhado nos cabelos da bruxa: o vento...

Falta-lhe uivar! Amansa, agora a chuva canta...
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 01/11/2005
Reeditado em 01/11/2005
Código do texto: T66015
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310497 leituras)
37 áudios (39566 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:51)
Francisco Coimbra