Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto VIII

Encontrava-se aos prantos
Uma lâmina numa mão
Um pulso num balcão
Nada que nos causasse espanto.

Era fraca de mais para tal ato
Demasiadamente fraca
A ponto de não conseguir com u'a faca
Num instante consumar tal fato.

Cousa fácil é rasgar-lhe o pulso
Mas na hora tão bela, que é a da morte
Age de má fé consigo mesmo. Impulso.

Como pode haver tanta fraqueza
A ponto de com u'a lâmina, uma faca
Não conseguir enfiar-lhe no pulso à jorrar tristeza.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Reeditado em 30/03/2005
Código do texto: T6605

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30748 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/16 19:37)
Júnior Leal