Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espaço e Solidão

Não raro me encontro quieto e triste frente a lua
Esperando beber suas luzes para enxugar minhas lágrimas
E enquanto aguardo teu recado, quem dera um murmúrio
Bebo do sol o calor etéreo da saudade.

Na rua, sorrisos de crianças sujas, soltas e despertas
Homens velhos caminham trôpegos , incertos, sem esperança
Mulheres gordas falam de vidas que não são suas
E  o meu coração, prisioneiro teu, esperando continua

Elevo minha mente ao céu e imploro o perdão dos deuses
Na porta da rua, ajoelho-me e solto um grito surdo
Quem sabe tu passas em teu mundo único
E teu ouvido ouça-me e teu olhar perceba-me por um minuto

E quem sabe, neste momento raro e há muito aguardado
Um girassol se volte para ti e encontre em teu colo puro
Uma flor amarela e um coração pulsando o amor de ontem
E tu, Deusa minha, deixe teus lábios sorrirem o sorriso de quem ama.
Gorki Silva
Enviado por Gorki Silva em 01/11/2005
Reeditado em 01/11/2005
Código do texto: T66050
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gorki Silva
Fortaleza - Ceará - Brasil
286 textos (17484 leituras)
3 áudios (612 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:51)
Gorki Silva