Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

**TU NÃO ERAS**

Tu não eras só este perfil.

Não! Hoje sou a sombra no deserto, sou a presa que nutre a fome do velho abutre, sou a paz e o infinito, sou dona de todos meus erros e acertos!

Tu não eras só este sossego aconchegado nas mãos como num regaço.

Não! Sou o temporal da montanha que chega nas horas de calmaria, sou à conta de um rosário, sou o julgamento sumário e sou o encanto do amor em poesia!

Tu não eras apenas este horizonte de areia com árvores distantes.

Não! Sou fogo e sou terra, sou a água e o ar. Sou vida no calvário, sou o balsamo da dor. Sou o vento que passou e ninguém sentiu.Sou a folha seca que no chão ficou!

(*_*)    (*_*)

Este poema é de meu amigo e poeta!

Que muito me orgulha fazer parte nos versos e no seu jardim!

Obrigado amigo CLAUDIO BHAIA!

Versos impares de:
CLAUDIO BAHIA:

http://www.sitedepoesias.com.br/poesias/15845

Versos pares de:
Mulher Misteriosa – eu Vania Staggemeier

Este poema foi escrito em:
03/12/2006

Vania Staggemeier
Enviado por Vania Staggemeier em 20/09/2007
Reeditado em 20/09/2007
Código do texto: T660775

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vania Staggemeier
Atibaia - São Paulo - Brasil
1512 textos (207695 leituras)
8 áudios (100870 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 05:05)
Vania Staggemeier