Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto XX

Se queres que assim seja
Que sejamos meros tolos
Que ao pano vermelho sejamos touros
Que não se enxergue, mesmo que veja;

Se queres à vida, negar
E não pensar, por preguiça
Se comete a maior das cobiças
Por ti lamento, e hei de lamentar.

Se tens medo da vida em si
Se queres saber o que fazes aqui
Quanta pena tenho de ti!

Antes que tardie, vivo intensamente
Não serei mais um doente,
Quem vive, não se arrepende!
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Reeditado em 30/03/2005
Código do texto: T6619

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30748 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 00:39)
Júnior Leal