Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paredes & Papéis!

Solapados para salgadinhos, outras carótidas,
Membrana vermelha no olhar de águia, baixa pena,
Apenados & desvirtuados, condições de arrogância,
Ora implicância, ora aplicativos insolúveis,
Pasma por desordem a fuga de palavras no caos,
Nada se comporta, apertos & compromissos, omissões,
Verdades transgênicas entre afoitos sintéticos,
Nem queira buscar simetria, são apenas buracos,
Abrem-se crateras com a fome infame do acerto,
Atirando no pé o tempo todo, no vale das buscas perdidas,
Mais tolo que de ouro com as vísceras expostas,
Junta toda a teimosia indolente no apagão mental,
Revestimentos arcaicos na falta geral de educação,
Se não está para dar atenção o tempo todo, melhore,
A mesma lâmina que corta a alma se equivale,
Malditos & deidades se pespegam em promessas,
Mas se nada é comprometido, onde falha a rejeição,
Tira da onda a trilha que bem entende, responde...
Todos os restos que pelas veias até circulam,
Desvairados, cúmplices, pela city embasbacada,
Desculpas demais gerando tanta perda de tempo,
Tudo bem, a porta abre & fecha no mesmo lugar,
Por vezes, uma parede tem mais sentidos!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 21/09/2007
Código do texto: T661978
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120470 leituras)
1 e-livros (243 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 23:42)
Peixão