Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LOCOMOTIVA


A vida é que nem locomotiva
Sempre caminha em uma só direção
Passa por muitas estações, em algumas
Param, permanecem por algum tempo... Em outras
Nem é preciso, nada de importante
Não há o que se deixar, tão pouco
Nenhuma coisa de interessante para entrar
Assim, a vida segue percorrendo os trilhos
Trazendo e levando lembranças boas
Embalando amores, sacolejando paixões!

A vida, como as locomotivas, passam...
Passam perfumando a atmosfera de nostalgia
Lembranças de um tempo de infância
No bater forte de alegrias, no ouvir o apito
Da locomotiva que passa...

A vida é uma locomotiva que não para...
E quando cumpre seu destino
A vida repousa por um bom tempo...
Até que seja reformada e quando menos se espera
Lá está ela, revitalizada nos trilhos de novo
No meio do povo, percorrendo lugares
Aproximando pessoas, alegrando
Transformando tudo por onde passa
Seja na alegria de um apito estridente
Ou simplesmente no silêncio de um suspiro de amor.

paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 21/09/2007
Reeditado em 21/09/2007
Código do texto: T661989

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2602 textos (503343 leituras)
57 áudios (6098 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 18:46)
paulo cesar coelho