Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"ESFINGE"

Esfinge

Quanto mistério
Esconde este teu olhar?
De anjo barroco
Ou de faraona egípcia?
Que penetra nos castelos medievais
Que me deixa louco
Que eu procuro confuso
Nos porões do monastério
Nos corredores e canais
De que túnel exala
seu perfume profuso?
Que persegue os meus animais
Que preenche a sala
Que domina a história
Dos meus ancestrais
Que a memória acusa
Que me faz aflito
nessas noites fatais
A desvendar seu mito
um enigma que cai
no inevitável abismo
Que sua alma me atrai
Conhece-te a ti mesmo
Decifra-me e devora-me
Para sempre, sempre mais.

(Leiam "Devoro-te" de Maria Quitéria)
(leiam uma letra de música que eu postei no mural)
Zeca Devebec
Enviado por Zeca Devebec em 21/09/2007
Código do texto: T662570

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zeca Devebec
São Paulo - São Paulo - Brasil
77 textos (4920 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:08)