Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amargura

Se é porque sou profano
Por que sofro e amo
Se é Leal que me chamo,
Já me sinto nas alturas!

Se é porque vejo a beleza
Onde se costuma ver tristeza
Se ela agora me despreza,
Sim, eu choro à sepultura!

Se eu amo minha arte
Se de mim ela faz parte
E por ela meu coração se parte,
É que eu amo minha cultura!

Se eu não a amo agora
Se eu já quero ir embora
Se eu fui puro alguma hora,
Ela também já não é mais pura!

Se o amor é minha desgraça
Se amor e dor se entrelaça
Não há nada que se faça,
Para conter minha amargura!
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Reeditado em 15/03/2005
Código do texto: T6626

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 22:44)
Júnior Leal