Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMIGA, NÃO ME CHAME SENHOR:




Amiga, não me chame Senhor:

Amiga, jamais me chame de Senhor, eu sou nada.
Sou apenas, a matéria que ganhou, direito a vida,
Para viver entre vocês, ser apenas mais um irmão.
Esqueça o Senhor, pois estou aqui, só de passada.

O Senhor é Eterno, como eterna será, a vossa Luz.
Nós somos, apenas viajores, mensageiros de Deus.
Embora às vezes esqueçamos, o que, aqui nos traz.
Às vezes quase sem esperança, pedimos por Jesus.

Por isso querida, peço, jamais me chame de Senhor.
Perdoe-me se um dia, meu verso sem querer a feriu.
Não se afaste, adoro ler seus comentários, amo você.

Embora eu não saiba, quem é você, nem o que fazes.
Meus pensamentos se perdem, entre meus devaneios.
Enquanto eu imagino você, na poesia, deste sonhador.







Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 02/11/2005
Código do texto: T66284
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:40)
Volnei Rijo Braga