Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETA INDOMADO

By Regilene Rodrigues Neves

Gosto desse gostar gostoso que aquece m’alma de sonhos
Dos momentos que o rebusco dentro de mim
Da leveza que me causa teus plácidos olhos de ternura
Do gentil sorriso que convida
Do beijo que beija a própria quimera
Da mera utopia sem rima
Da chama que abrasa o instante que me prende em teu olhar

Gosto desta expressão febril
Escorrendo minhas entranhas em sangue inquietante
Tal qual vinho inebriante de dócil prazer
Capaz de revirar reacender a fome de ter em corpo
A alma lasciva e sem pudor de amor

Gosto dessa voz de caricia
Perturbando minha paz
Esse ar de ventura solto em ais
De um fulgor úmido a luzir profundo abrigo
Num pedaço de sombra em quieto remanso

Gosto de ti assim sem embaraço
Nu aninhado nos meus braços
Com a impressão tímida de quem precisa
Quando chega traz a certeza vem sutil
Caminhando resvalando nas paredes do meu íntimo
Trazendo toda volúpia em oferta de sedução

Tremula confesso me rendo
Toma-me neste carinho de amor
Que concede a paixão este querer de emoção
Como se tudo ficasse de repente no ar das entrelinhas
Suspenso no sussurro de uma palavra “desejo-te”
Rasgue a roupa que compõe essa poesia
Vem me inebria de toda magia deste momento
Devolva o sentimento roubado
Retoma o leme perdido do meu barco sem direção
Deixa-me partir nessas ondas de tormenta e desatino
Desse meu eu sem destino
Vem...cativa...domina seu poeta indomado...

O tempo é como redemoinho à procura dos destroços
Sou resto do que fora talvez um dilúvio quem sabe prelúdio...

Vem guerreiro galopa em seu instinto
A poesia que foge
Voa minha ave voa nesse galope de sonhos e vontades
Gosto de ti assim feito animal indomado no meu corpo
Quando ronda é como sol e lua...
Vento e tempestade...sol e calor...
Anseio em desejo oculto de amor!
regipoeta
Enviado por regipoeta em 02/11/2005
Código do texto: T66489

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1312 textos (134421 leituras)
22 e-livros (7176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:46)
regipoeta