Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arrependimento Zero

Não me arrependo das minhas ações.
Se não as tivesse feito, se eu não tivesse arriscado, se eu não tivesse errado, se eu não tivesse sofrido, jamais teria aprendido. E se não tivesse aprendido jamais saberia viver e reclamaria de não está-lo fazendo.

Minto quando digo "se pudesse voltar no tempo mudaria minha ações", pois graças a elas posso fazer minhas decisões com mais clareza. E mesmo sofrendo foi divertido. Brincar de amor é a maior de todas as aventuras, pois quando o conhecemos descobrimos que estamos vivos. Quando perdemos, morremos. E quando o redescobrimos: renascemos.

A vida e o amor são cúmplices, são dois pontos de interrogação, e com eles confirmamos nossa existência. Sem eles não o somos, não existe o "EU", pois este é simplesmente a junção da vida e do amor pelas quais desprezamos e cobiçamos.

Que nos completa e se esvazia. Que nos maltrata e nos acolhe. Sem essa aventura, não há nada, pois a vida sem amor não é vida, e o amor sem vida não o é.
Juliana Letícia
Enviado por Juliana Letícia em 24/09/2007
Código do texto: T666785

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Letícia
Paulínia - São Paulo - Brasil, 27 anos
33 textos (2199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 22:09)
Juliana Letícia