Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

YO BAILO SOLA

No meu sonho
a fruta vinha `a boca
e não afrontava a mordida
Ela se entregava lisa
e louca a sorver a saliva
a se perder pelo céu

No meu sonho
a mão não se denunciava
o corpo, ávido, é que a acariciava
e então ela delirava
no deslizar dos pelos
e no minar do mel

Os mamilos se abriam
no orgasmo das flores
Sinfonias de gozo
ecoavam por todo o jardim

No meu sonho
a vida se irrompia
eclodindo e pulsando primaveras
do ventre da fêmea terra
em queimor e êxtase
por fim

Essas farsas fugazes
perdidas do mundo
são do amor
os segundos que tenho pra mim.

D.V.
10/07/03

Copyright © 2005-2007 Dulce Valverde
All Rights Reserved
DULCE VALVERDE
Enviado por DULCE VALVERDE em 24/09/2007
Reeditado em 24/03/2009
Código do texto: T666995
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e link para o site " http://recantodasletras.uol.com.br/autor_textos.php?id=6199 "). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DULCE VALVERDE
Estados Unidos, 47 anos
395 textos (11011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 17:46)
DULCE VALVERDE