Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oh, poema!

Oh, poema!
Em ti deposito meu desabafo
Minha tristeza, minha alegria, o meu cansaço
Toda minha angústia, o meu dilema

Oh, poema!
De todas as horas, amigo
Só tu escutas o meu grito
E em nada me criticas...

Oh, poema!
Desgraçados sejam aqueles que falam de ti
Que não te dão o valor que mereces
Mas minha homenagem recebes e jamais me abandonas...

E àqueles que dizem que tu não tens sentido
Perversos e mal informados
Pois o maior sentido sente
Aquele que com maior sentido escreve

Para mim serás eterno: oh, poema!
Joseane Cavalcanti
Enviado por Joseane Cavalcanti em 25/09/2007
Código do texto: T668595

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joseane Cavalcanti
Buíque - Pernambuco - Brasil, 29 anos
39 textos (1688 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:40)
Joseane Cavalcanti