Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A POESIA DORME

A poesia dorme
Bela adormecida no verde que se espalha
sobre o relevo
nas ondulações dos montes
no vale
nos bois pastando
no córrego
numa casa de marimbondos
dorme neném

A poesia dorme
nas moitas
nas sombras se avolumando
por baixo das copas das mangueiras
na aragem
no vento
no rio pedra
nos raios de sol
iluminando golfos

A poesia dorme
nas cinzas do fogão em um casebre
nas cancelas gemedeiras
nas santacruzes engalanadas
entre fitas e fitilhos
nos cabelos revoltos
de uma menina
dorme neném

A poesia descansa
sobre os patos
sobre os lagos
no regaço da terra
e sobre o presságio das estradas
dorme neném

A poesia dorme serena
nos olhos da morena

A poesia dorme em paz
nos braços do rapaz

A poesia dorme sossegada
nos lábios da amada

Dorme poesia

 



                                     6 de junho de 2004
TÂNIAMENESES
Enviado por TÂNIAMENESES em 26/09/2007
Reeditado em 26/09/2007
Código do texto: T668935
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TÂNIAMENESES
Aracaju - Sergipe - Brasil, 69 anos
1684 textos (176348 leituras)
1 áudios (102 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:20)
TÂNIAMENESES