Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sedução!

Posso sentir tua voz,

A revelar loucuras.

Aos meus ouvidos atentos.

E meus sensores de corpo,

Captam seu arfar de peito,

E isso é a ditadura do meu tormento.

Invadida pelo instinto,

Tomada pelo desejo.

Minha narinas sentem seu cheiro,

É feronômio, cheiro de cio,

Meu menino sutil!

Me revela imagens....

E me seduz a vontade,

Me lanço então em  viagem.

Nos ventos de meus pensamentos.

Deleitada, descubro a paixão,

Nas ondas da imaginação.

Em palavras desconexas,

Cheias de duplos sentidos,

Mensagens sublimadas,

Cheias de tesão

São versos  e prosas...

Palavras encantadas,

Me confesso  enfeitiçada.

Meu bruxo bandido,

Me desperta a libido,

E foge com o vento,

Me deixando assim,

Entregue aos delírios,

De noites de amor com o infinito,

Sonhado tuas mãos apressadas,

Fazendo caminhos em mim,

Me roubando o pudor,

Me fazendo amor.

E essa boca  macia,

Mordendo a minha...

Você me roubou a razão.

Derrubou minhas defesas,

Eu me rendo aos teus pés,

Me faço refém desse ardor.

Meu pecado meu profeta,

Meu anjo das letras.

Meu poeta!
Observadora
Enviado por Observadora em 03/11/2005
Reeditado em 04/11/2005
Código do texto: T66957
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:49)
Observadora