Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SOMBRA, NO TRILHO


Hoje, não caminho como dantes,
quando saía por aí, estouvado,
arrastando o mundo nas costas.

Mas meus passos ainda ecoam  forte,
naquelas curvas subindo, em ar rarefeito,
rumo a lugares que não tinham  ninguém,
para me contar os seus segredos.
Aprendi-os saboreando maiores dores,
testando o mundo com a ponta da língua,
em ácidas surpresas e desencantos.
Mas também encontrei doçuras e acalantos
que me impediram de morrer à míngua,
pequenas coisas aliadas, detalhes encantadores
escritos em secretos gestos de dedos,
 e em memórias que não valiam um vintém,
mas que em mim produziram esse efeito,
de me acrescentarem peso e porte.
Conheci os caminhos de outras gentes,
cruzei bênçãos  com seduções,
aprendi a ler no fundo dos olhares
as canções que as almas cantam,
a ouvir nos esboços dos movimentos
as vontades sutis dos corpos sedentos,
as palavras que, desejadas, encantam,
as  minúcias de todos os lugares,
os caminhos das emoções,
os sussurros entre-dentes...

Hoje, prudente,
procuro as sombras, desse trilho
onde me aprendi, lentamente.
Só não sei se as partilho...

Setembro 2007

Henrique Mendes
Enviado por Henrique Mendes em 26/09/2007
Reeditado em 28/09/2007
Código do texto: T669577

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique Mendes
Montijo - Setúbal - Portugal, 61 anos
290 textos (14258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:25)
Henrique Mendes