Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Minha razão de viver"


“Minhas mãos parecem trêmulas
  quando vejo o seu rosto,
  seu caminhar e o seu jeito de falar
  e o seu sorriso parece uma sinfonia de pássaros
  voando em círculos por Ipanema.
  Essas suas qualidades me deixa nervoso
  pois não posso desfrutá-los com todo o meu amor,
  mas em todo o caso, também me sinto em paz
  com toda sua beleza e requinte,
  transformando-me no rei da melhor luxúria,
  que é simplesmente a riqueza do amor, da paixão e do prazer.
  Só você com esse seu olhar cativante
  me motiva ainda mais para permanecer vivo
  entregando-me ao seu coração
  como se minha alma estivesse borbulhando
  numa taça de champagne em pleno Ano Novo.
  Não sei como posso viver sem você,
  mas terei que seguir meu caminho,
  me escondendo numa ilha, em outro estado ou país,
  estando cada vez mais perdido,
  sem poder te falar palavras doces e te amar.
  Para me libertar desta escuridão
  preciso abrir meu coração
  preciso não mais te olhar
  preciso sumir da sua vida
  preciso sumir do mapa”
   
Diego César
Enviado por Diego César em 26/09/2007
Código do texto: T669637

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego César
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
50 textos (2282 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 02:58)
Diego César