Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADEUS A CARLOS PAREDES

Calou-se a guitarra
na boca da noite.
Crepitam acordes
em mil estilhaços.
O vento impiedoso
perfila o açoite
e rangem as raivas
em loucos compassos.

Sentimos-te a alma
gravada nos ecos
que se repercutem
na nossa memória,
vibrando, espalhados
por ruas e becos,
por vales, por montes
de amargura e glória.

Sorvemos-te a música
em tom de arrepio,
tangidas as cordas
sem dedos no centro.
Com a tua ausência
choramos de frio.
Soluçam guitarras
pela noite dentro.
                                                                                       24 de Julho de 2004
CARLOS DOMINGOS
Enviado por CARLOS DOMINGOS em 03/11/2005
Reeditado em 16/12/2005
Código do texto: T67049
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS DOMINGOS
Portugal
80 textos (21285 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:22)
CARLOS DOMINGOS