Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO A CERTEZA DO MEU BEM QUERER ULTRAPASSOU O LIMITE DA RAZÃO OU SIMPLESMENTE: TE AMEI

Transfigurei
o velho coração,
risquei
a temida solidão,
acenei
aos amores passados
e revelei
a nova visão,
a nova intenção,
relutei em princípio
mil transtornos
criei,
porém,
com determinação
o amor foi desenhando contornos,
verdadeiro teorema da definição;
Violei
antigas regras e conceitos
onde tudo era permitido,
onde os desacertos eram aceitos,
também isso ficou sem sentido,
porque... por que? O porquê
há uma causa que não reclamei
porque a certeza do meu bem querer
ultrapassou o limite da razão,
agora sim posso dizer: mulher como te amei!

19/09/06
ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 27/09/2007
Reeditado em 03/08/2009
Código do texto: T670946

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1049 textos (91165 leituras)
26 áudios (1845 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 19:04)
ANDRADE JORGE