Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FANTOCHE

Você abriu a porta dos sentimentos
escancarou minhas emoções,
transformou minha vida num inferno de tormento,
mas fechei o portal das desilusões,
enganei-me quando te amei,
não será fácil esquecer,  bem sei,
o que doi em mim é saber
que fui um  fantoche
bailando inocente num ritmo incremente,
motivo de tanto deboche
risos discretos, palavras irônicas,
mas  desvencilhei-me destas amarras
e segui meu caminho,
não parei nem olhei o que deixei pra trás
e se um dia você me encontrar
nessas esquinas da vida
verá um homem sereno e em paz,
você foi pagina esquecida
riscada, marcada, rasgada,
um efeito especial, tão artificial
que só produz ilusão e cega a visão,
mas é só fumaça afinal;
O tempo passou, resisti, sobrevivi,
agora refeito, trago no peito
uma única certeza
você....  jamais!
e se um dia fui um fantoche qualquer,
hoje você não passa  de uma vulgar
visão de mulher.

ANDRADE JORGE
DIREITOS AUTORAIS REGISTRADOS
12/05/05
ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 04/11/2005
Código do texto: T67182

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1027 textos (90001 leituras)
26 áudios (1819 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:30)
ANDRADE JORGE