Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Renunciei....

Nesta época, que já não faz tanto tempo.
Havia necessidade de que me afastasse.
Neste afastar! Fugir quase como se foge
O foragido. E se ir na noite no dia e tarde..

O recordar me entristece e muito.
Mas com certeza o velho da casa do senhor.
Ele tinha razão ao proferir...
Não ele não quis lhe magoar! Sabias palavras.
Que produziram efeitos monstros.

Na época pouco entendidas. E hoje devidamente
Aceitas e compreendidas..
Alem das necessidades positivas que trouxeram.
Efeitos duradouros e alentadores do amar e do amor..

No inconsciente acho que era isso
Que queria que visse os acontecimentos.
Que! Talvez a teu lado não surgisse.
Então naquele dia eu me renunciei.
Renuncia inconsciente no momento.
E também  simplesmente na esperança
De lhe reencontrar

ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 28/09/2007
Reeditado em 26/06/2012
Código do texto: T672336
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159777 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 20:37)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA