Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desde a Primeira Vez


     Desde a Primeira Vez

Como te olhar e não ver a poesia.
Será que um dia aprenderei
Escrever para você, te guardando na mente
Sem um suspirar, poderei?

Não existe meio nem razão.
Qualquer gesto teu, tem um sei que lá...
Um  ronronar, um abismo que encanta
Um olhar dizendo vem aqui, ou quer ficar?

Malicia gostosa de baiana tem
Um chamego, um saber fazer cafuné
Nos braços a brisa, da praia de itapoã.
No teu álbum uma pintura de Carybé

E não posso mais ficar, a te perder,
De não te ter, um segundinho sequer
Te amando nos meus sonhos (Uma fada)
Te sabendo na real, uma mulher

Não precisa falar, sinto o mundo em ti
No teu perfil, li tua própria descrição,
Teu jeito de amar e esquecer se preciso for

Muita fé em Deus, por Deus... percebi.
Como Charles muito sorriso muita emoção
E um coração imenso esperando  amor...
BARRET
Enviado por BARRET em 28/09/2007
Código do texto: T672848
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BARRET
Salvador - Bahia - Brasil
772 textos (71126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 22:51)
BARRET