Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPESTADES NO AMOR

Procurei na terra
E também no mar
Esbarrei nas pedras
E cai no ar...

Encontrei tempestades
Onde havia bonança
E fiquei sem rumo
Perdido, sem direção...

Não achei meu trilho
Nem construí nova paixão
Só havia feras famintas
Que não tinham compaixão...

Os ventos que aqui sopraram
Empurraram-me sem destino
A tempestade me transformou
Neste pobre peregrino...

Houve enfim a compaixão
Esta me trouxe a esperança
De um dia me encontrar
Feliz feito qualquer criança...

MÁRIO FEIJÓ
Enviado por MÁRIO FEIJÓ em 29/09/2007
Código do texto: T673233
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MÁRIO FEIJÓ
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
4750 textos (292846 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 01:03)
MÁRIO FEIJÓ