Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERFIL

sou dessas mulheres sem “quandos” e porquês
de sonhos ingênuos e fantasias rasgadas
de fechar os olhos e ficar calada
sou o que acham que sou
e às vezes o que temo descobrir
sem a menor decência
desnudo minhas vontades
como num sonho a emergir
quero o conhecido
entre o real e o abstrato
sou uma mulher
do agora
do profano ao sagrado.
Cláudia Sabadini
Enviado por Cláudia Sabadini em 04/11/2005
Código do texto: T67379
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Sabadini
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
280 textos (29918 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:49)
Cláudia Sabadini