Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sub missa

01/12/06                       Sub missa


Tua liberdade foi sitiada
Pelo estrangeiro patriarcal,
Do fluído da vida foste privada
Prisioneira do hedonismo tradicional.

Teu vaso de flores esmigalhei no chão
E as raízes ficaram amostra,
Como bucho furado pelo ladrão
Que da vida não aceita a aposta.

Teu pote de sonhos joguei longe
E vi o arco-íris que alimenta,
Pão sagrado, alimento do monge
Outro semelhante que se ausenta.

Como qualquer idealista eu te amava
Devia usar o amor para ser Judite,
Mas o amor você comprava
Como qualquer capitalista, mera Afrodite.
Evandro Gastaldo
Enviado por Evandro Gastaldo em 29/09/2007
Código do texto: T673926

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar o meu nome, Evandro Gastaldo, e o site www.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evandro Gastaldo
Cerquilho - São Paulo - Brasil, 46 anos
47 textos (6624 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 16:23)
Evandro Gastaldo