Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fecundo um Poema Triste



Embebedando-me de lembranças
Entrego-me a minha tristeza
Nesse ambiente de recordações
Decoração opaca...penumbra.

Olhar distante buscando passado
E uma presença ausente,entristeço
Arranco de meu útero,um verso triste
Minha alma muda improvisa um sorriso.

Sem defesa ....de repente um poema canta
Numa folha esbranquiçada,surgem as rimas
E sem receios grito meus temores...é verão!
Minhas percepções mudam e me desnudo

Fecundo mais um poema de letras miúdas
Lançando-o como semente no cio
É meu néctar espalhado para ser sugado
E por mais que eu me sinta só,é um detalhe.

A noite repousa trazendo estrelas cintilantes
Que se juntam ao poema tornando-o ardente
Letras dançam em minha memória,caladas
E alcanço as letras invisíveis de meu ser!


Sandra Almeida
Enviado por Sandra Almeida em 30/09/2007
Código do texto: T674734
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Almeida
Cacoal - Rondônia - Brasil, 59 anos
288 textos (6800 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:50)
Sandra Almeida