Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos para a amada não-amante

“Amigos, amigos, corações à parte”,
É isso que sempre queres deixar claro? Ó,
Amiga, mesmo assim quero namorar-te,
Pois de amiga para namorada é um pulo só!

Ah, as mulheres, quem as pode entender?
Te irritaste com a minha paquera atrevida,
Mas ainda ontem insististe em saber
Se ainda eras minha musa favorita...

Não devia confessar, mas confessei-o:
“Sim, ainda és a primeira
E de sonhos ainda trago o coração cheio...”
Ah, esse coração! De novo, a marcar bobeira!...

Poderia consertar, inventando hilário
Blefe, no disfarce que sempre preferi:
“Desculpe, foi meu surto psicótico diário!”
Isso desaprendi. Assim como a me esquecer de ti!..





Antonio Maria S Cabral
Enviado por Antonio Maria S Cabral em 01/10/2007
Reeditado em 26/12/2008
Código do texto: T675770
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Maria S Cabral
São Luís - Maranhão - Brasil
1276 textos (156948 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 14:57)
Antonio Maria S Cabral