Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
FICÇÃO

Bem claro quero deixar
Que tudo que escrevo é ficção
Não pretendo me apaixonar
Nem machucar meu coração.

Amo a minha poesia
Gosto das rimas que faço
Nelas coloco um pouco de magia
Pois meu coração é de aço.

Rimo amor com trovador
Tristeza com alegria
Melhor que rimar com dor
Ou com a tal da nostalgia

Saudade faz parte da vida
De todo ser humano
No coração a damos guarida
Mas é um sofrimento desumano.

Amar quem não conhece
Este lindo sentimento
Na alma ele amanhece
E permanece a todo o momento.

Só não quero ódio sentir
Este sentimento imundo
Ele só sabe ferir
E destrói todo um mundo.

Então vamos amar
Dar e receber
Amar não é só falar
E sentir, viver e sofrer.
ANGELICA ARANTES
Enviado por ANGELICA ARANTES em 01/10/2007
Código do texto: T675822
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ANGELICA ARANTES
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
4373 textos (289004 leituras)
72 e-livros (3873 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 05:58)
ANGELICA ARANTES