Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROPONDO AMOR

Quem quiser me ganhar seja doce no empenho;
nem existo, e por isto é preciso plantar
o que sou e o que tenho somente pra mim,
pra que seja lavoura da qual se desfrute...
Caso queira meu reino de portas abertas,
tenha chave de afetos; critérios exímios
em silêncios capazes de larga expressão;
coração racional sobre mente afetiva...
Esta média estrutura que aos olhos engana
pede alguém que descubra os ensejos internos
da real existência e dos sonhos tecidos...
Quebre muitos invernos, depois me descubra
e verá que só vivo se for cultivado;
seja luz e calor, que serei o seu fruto...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 01/10/2007
Código do texto: T676119
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3051 textos (61806 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 04:15)
Demétrio Sena