Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TÃO PREMATURAMENTE


        Tão prematuramente

Me deste um beijo, assim tão frio
E eu te beijei tão friamente
É... O coração não fala
Mas vai lá ver, o que ele sente...

Coração é menino bobo
E embobece, também a nós
Menino dengoso, teimoso
Criado com os avós

Mas por pura sorte
Conheci um coração diferente
Desses que tem os pés no chão
Que não segue, os sonhos da mente

Pois ele é cheio de paz
Bondoso, amigo e paciente
Vive, a amizade e o amor a  ofertar
Sente com primor, a alma da gente

Não aprendeu bobagens, conhece a vida!
Sonha, navega, voa, mas na realidade
Não se perde nos devaneios, que costuma inventar,
Como, ter uma primavera, para  enfeitar  a cidade

Quem dera o meu fosse assim
Mas acho que tenho um jeito
Vou arranca-lo do peito, e pedir a você
Um igual ao seu  e coloca-lo depois em mim ...
BARRET
Enviado por BARRET em 01/10/2007
Código do texto: T676737
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BARRET
Salvador - Bahia - Brasil
771 textos (71122 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 13:47)
BARRET