Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu Oceano, você Lua. Nosso amor contra mundo.

Pequena, meu grande amor...



Posso sentir alguem que nunca toquei, posso imaginar o gosto de seus lábios e fantasiar teu cheiro...
Posso imaginar teus dentes e unhas brincando comigo de pernas trançadas, posso ouvir sua voz sussurrando em meu ouvido, docinha e serena, sentir sua respiração de pertinho, a suavidade de sua pele branquinha, nossos dedos cruzados...
Posso sentir seu coração bater em meu peito no calor do seu abraço que me acolhe do mundo, posso te amar todos os dias, posso quere-la cada vez mais...

Eu, que em minha imensidão parecia contentar-me com tudo isso...
Diziam que seria impossivel, que jamais poderiamos estar juntos, que nossas condições nos isolavam em mundos diferentes...

Mas me apaixonei pela lua, seu brilho despertou minha atenção, era única, a maior riqueza que meus olhos já haviam contemplado, realmente não me parecia fácil, estavas tão longe, lá em cima, e eu, horas calmo, horas em correnteza...

Avida era um constante marasmo e tua ausência começou a causar meu desespero, mas toda noite ela surgia...
Linda, perfeita, olhando pra mim, eu sabia que também me queria, podia sentir que me desajava e não importava o quão impossivel parecesse, tinhamos um ao outro e nada mais nos separaria.

Mesmo a essa distância eu a tinha todas as noites, seu reflexo fazia parte de meu corpo, eu podia senti-la, era como se estivessemos juntos por todo aquele momento, meu sono era embalado por tua imagem sumindo aos poucos, até que novamente acordasse sozinho e tivesse de espera-la novamente.

Durante algum tempo talvez eu tenha me desesperado, quantos dias aflitos sofrendo tua ausência, todas as vozes que griavam dizendo não ser possível e clamando por um gesto meu de desistência eram caladas por cada esperança de toca-la um dia, nem que por poucos minutos...

Meu coração me ensinou o gosto do desespero, da angustia, o seu me ensinou a ter calma, paciência...
Hoje o oceano e a lua aguardam o dia de seu casamento, o que não é levado a sério pelo resto do mundo, mas é a única certeza que conforta ao amanhecer de cada dia.

Hoje eu te sinto todos os dias, a vida do meu amor, a maior riqueza que me fora dada de presente, todos os dias estamos juntos, mesmo que a essa distância, nosso amor se faz real.


rOg Oldim
Enviado por rOg Oldim em 02/10/2007
Código do texto: T677340
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
rOg Oldim
São Paulo - São Paulo - Brasil, 29 anos
185 textos (6596 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 03:01)
rOg Oldim