Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos

Versos espessos,
No ar, no mar,
Em qualquer lugar.

Palavras soltas
Nuvens loucas,
Fazem-me flutuar.

Silêncio maldito,
Nada para escrever...
Poema escrito,
A palavra cura o meu viver.

Versos espessos,
Na cama, no chão...
A vida ainda é uma canção.


Escrever é o nosso progresso
Escrever é o meu regresso,
É no escrever que eu me confesso.

 
Mayanna Davila Velame
Enviado por Mayanna Davila Velame em 03/10/2007
Código do texto: T678629

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mayanna Davila Velame
Manaus - Amazonas - Brasil, 34 anos
112 textos (15880 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 11:00)
Mayanna Davila Velame