Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO TENHO CULPA E NEM DESCULPAS!....VIVO!

************

Risquei um caminho...

Conduzi meu corpo entre um e outro passo!

Tive sempre duas alternativas de rumo!

Quando errei nas opções da marcha e

foi possível retroceder reiniciando o percurso...

reiniciei a caminhada!

Quando não pude voltar,

continuei sem culpas!...

Riscando e arriscando nos caminhos

é preciso viver sem atribuir desculpas para

os equívocos que a gente mesmo insiste batizar!

Ninguém é responsável pelo meu sorriso,

pelo meu sofrimento quando ele surge,

nem pode ser bengala para suportar o meu fardo!...

Somos semeadores daquilo que esperamos colher!

Risque então um caminho riscando o que não pretende

apanhar para o seu alforje de vida!

Vivamos!

©Balsa Melo

 24.01.06

 Cabedelo-PB

BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 03/10/2007
Código do texto: T679097
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 01:01)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)