Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GRAN CIRCO IRMÃOS POESIA

palavra,
malabarista vista lá de um arrabalde,
necessária, necessário, necessária a um Garcia,
deu pra destravar
os nós que não apertam
da garganta de rouco está

palavra,
trapezista aflita à altura do salto,
necessária, necessário, necessária ao imortal,
pulou sem rede
nas frases de efeito
da fala sem cotovelo esfolado

palavra,
língua de fora, mímica à exaustão,
necessária, necessário, necessária ao perdão,
gestuou com graça
aos membros de pouca lábia
do público pagante a duras penas

palavra,
palhaça régia, favas e gargarejos,
necessária, necessário, necessária à língua
soprou a voz à mingua
num circo de falsos galanteios
sob a lona dessa construção malfeita

palavra,
cartazes de pernas de fora com os pernas-de-pau,
necessária, necessário, necessária e plural,
beijou a fera encantada
do domador sem mais abraços
que rege, frase por frase, com íngua.

Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 04/10/2007
Reeditado em 28/10/2007
Código do texto: T680307
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
662 textos (19723 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 03:12)
Djalma Filho